Em recente entrevista a Seveteen, Sabrina contou sobre sua reação ao concerto beneficente “One Love Manchester” que ocorreu dia 4 de Junho. Na entrevista ela também conta sobre a De-Tour, o fim de Girl Meets World e muito mais. Confira a matéria traduzida pela nossa equipe logo abaixo:

Os fãs de Sabrina Carpenter ficaram super tristes quando a série dela da Disney Chanel “Girl Meets World” foi cancelada no começo do ano, mas tem definitivamente um ponto positivo: Sabrina teve a oportunidade de se concentrar em sua música. “Desde que a série acabou, tive sorte de poder focar na música e dar a ela toda a minha atenção”, Sabrina disse para a Seventeen.com em uma entrevista.

Na verdade, ela está tão focada na música que ela vai dar inicio à sua segunda turnê em Julho, chamada “De-Tour”. Mas antes disso, ela vai abrir para Ariana Grande na Dangerous Woman Tour por duas noites no Brasil — as duas datas vão continuar como planejado apesar de Ariana ter suspendido a turnê do trágico ataque que aconteceu depois de seu show em Manchester, Inglaterra no mês passado.

Tivemos a chance de conversar com Sabrina e ela se abriu sobre o show de tributo One Love Manchester, como ela se sente sobre os fãs a shippando com o anterior colega de turnê e cantor do The Vamps Bradley Simpson, — e mais importante — todos os detalhes da turnê dela!

Você vai entrar em turnê com Ariana Grande no final do mês no Brasil. Como você se sente vendo o show de tributo dela, One Love Manchester?

“Foi incrível como eles lidaram. Foi o show do ano. Eu fiquei falando para minha mãe — porque eu estava assistindo com ela e obviamente foi muito emocionante porque acho que mesmo que tivesse sido um evento feliz, ainda era de partir o coração — o jeito que eles conseguir pegar uma tragédia e transformar em algo que nos aproximou mostra como a música é poderosa e como estamos sempre lá um pro outro no final das contas. Restaurou minha fé um pouco vendo todas essas pessoas se juntando com tanto amor. Me fez muito feliz ser parte dessa era de música neste momento.”

Quais surpresas os fãs podem esperar quando eles forem na De-Tour?

“É a minha segunda turnê principal, e tudo que puder ser diferente será diferente. É uma nova experiencia. Tentei tornar uma jornada musical, então você vai ouvir músicas do Eyes Wide Open e vai ouvir músicas do EVOLution. Esteticamente, quero que você se sinta como se eu estivesse te levando de volta, (detour). Mais do que tudo, será uma festa.”

“A coisa mais legal de um show ao vivo, é que eu posso dar uma nova vida para as músicas. Então mesmo que elas sejam velhas, eu poderei apresentá-las de um modo mais moderno. Eu vou fazer isso muito, brincar com as modalidades e fazer algo único.”

Você estava em turnê com The Vamps e teve a chance de performar com eles bastante. Os fãs começaram a te shippar com Bradley Simpson. Ver essas coisas na internet torna as coisas mais constrangedoras?

“Nós ignoramos completamente. Para mim, primeiramente, eu nem sabia sobre tudo isso. Bradley não fica muito em redes sociais. Acho que tentamos viver na realidade o máximo possível.”

Qual é a sua música que você nunca vai parar de gostar?
“Não sei se um dia eu vou parar de gostar de performar uma música que chama ‘Feels Like Loneliness’ do EVOLution. É inspirada em uma das minhas músicas favoritas, ‘Ferver’ da Peggy Lee. Tem um estilo de jazz, e eu posso fazer uma personagem quando eu canto, o que é divertido.”

Uma música que você não se importaria de retirar?
“Não que eu retiraria, mas eu não performei na EVOLution Tour: “The Middle of Starting Over”. É um dos meus singles mais antigo, mas também tem um estilo folk o que não combinava com o estilo da EVOLution Tour. Ela tem um novo som, com certeza.”

Você ainda é próxima dos seus colegas de elenco de Girl Meets World?
“Absolutamente. Sempre tentamos nos encontrar mas, infelizmente, cada um está em uma parte do mundo. Acho que é bom porque estamos todos conhecendo o mundo. — Ai meu Deus. Eu não falei isso. Mas eu falei”

Podemos esperar te ver nas telas das nossas TVs no futuro?
“No momento, meu foco é na música. Quero poder ver o mundo e conhecer meus fãs em todos os lugares. Acho que essa é a prioridade para mim e eu literalmente não poderia fazer outra coisa agora. Quero ter certeza que meus fãs saibam disso e ter certeza de que eles são vistos e ouvidos. Mas depois temos coisas especiais vindo. As coisas estão sendo trabalhadas mas não posso dizer muito para estragar a surpresa.”

Se está virando uma fangirl e precisa totalmente de ingressos para a De-Tour (que começa dia 6 de julho), você pode entrar no site da Sabrina para descobrir quando ela vai passar pela sua cidade e comprar ingressos.

Fonte: Seventeen.com