Durante a premiere de “The Hate U Give“ em Nova York, Sabrina Carpenter, que interpreta o papel de Hailey Grant, concedeu uma entrevista para o site Bustle, falando sobre sua personagem e relação com o elenco. Confira abaixo a tradução completa da matéria publicada pelo site:

Quando celebridades conversam com os escritores da Bustle, queremos dar à elas a chance de deixar sua marca. Literalmente. Então entregamos uma caneta, um pedaço de papel e algumas perguntas e pedimos para elas serem criativas. O resto é com elas. Dessa vez, a estrela de The Hate U Give Sabrina Carpenter está deixando uma marca na Cabine Bustle.

O dia que Sabrina Carpenter visitou o escritório da Bustle de Nova Iorque, ela estava se preparando para a premiere de The Hate U Give, marcando a terceira vez que ela viu o filme completo. Ela disse que quando ela e o resto do elenco viram o filme pela primeira vez, havia muitas lágrimas e muitos lencinhos, e ela espera que esta noite não seja diferente.

“Eu estava impressionada. Estávamos muito emocionadas, estávamos nos abraçando e chorando”, ela lembra. “Só queríamos conversar.”

E ela espera que começar a conversa seja exatamente o que esse filme faz para audiências quando for lançado nos Estados Unidos no dia 19 de Outubro. Mas ela não só quer que as pessoas conversem sobre os temas desse filme, Carpenter também quer que as pessoas ouçam genuinamente e aprendam uns com os outros, o que ela diz ser uma ideia fundamental.

Carpenter interpreta Hailey Grant, a ignorante, socialmente desligada e discretamente racista amiga de escola de Starr Carter (Amandla Stenberg). Starr está presa em uma batalha constante para manter sua vida da escola de brancos ricos e sua vida urbana em casa separadas. Mas após testemunhar seu melhor amigo, um jovem negro, ser assasinado por um policial branco, seus dois mundos colidem, a ativista social da justiça acorda de dentro dela, e ela é forçada a reavaliar sua amizade com Hailey.

A história interessante e atual vai sem dúvidas deixar muito para cinéfilos ponderar e discutir, como aborda alguns problemas críticos que a comunidade negra enfrenta hoje, como relações raciais na America, a arte de alternância de código linguístico, brutalidade policial, o movimento Black Lives Matter e mais.

“Acho que as pessoas vão achar que isso é para uma audiência especifica, e não é,” Carpenter diz francamente. “Acho que tem muitas pessoas que precisam ver esse filme, não importam quem eles são ou da onde eles vem.”

Quanto mais conversávamos, mais óbvio ficava que Carpenter é extremamente diferente da personagem que ela interpreta. Ela é muito mais acolhedora e pé no chão, e ela fala sobre sobre justiça social de uma maneira que deixa claro que ela fica atenta com o que está acontecendo no mundo ao redor dela. Hailey é muito mais alheia à problemas que não afetam ela diretamente.

“Pessoas que são como [Hailey] com sorte verão essas coisas neles mesmos que eles não viram antes,” ela diz. E mesmo que Hailey esteja longe de ser o tipo favorito de pessoa dela, ela reconhece que atuar nesse papel e estar envolvida nesse filme “definitivamente me ensinou muito e abriu meus olhos para muitas coisas que eu não estava ciente antes. Acho que fiz exatamente o que eu tinha que fazer.”

Ser escolhida para o elenco de The Hate U Give aconteceu no meio de um ponto de virada para a jovem atriz. Ela atuou como Maya Hart na série da Disney Channel, Girl Meets World, por três anos, e ela tinha algumas opções diferentes de projetos que ela poderia ter aceitado na época que a série acabou. Ela diz que filmes sempre foram o sonho dela e que ela é grata que esse projeto é um dos que deu certo.

Quando perguntei sobre a época de gravação, ela carinhosamente reflete no semeado de estrelas no elenco que ela trabalhou, e todo o amor que rodeou o estúdio. Os colegas dela incluindo Stenberg, Regina Hall (Girl’s Trip), Anthony Makie (Avengers: Guerra Infinita), e K.J. Apa (Riverdale), apenas para nomear alguns deles.

“Foi uma experiência tão incrível estar perto dessas pessoas que são tão apaixonadas pelo que eles fazem. Não tem uma pessoa que fez esse projeto que não estava 100% apaixonado com a história e a mensagem por trás e você podia sentir essa energia no estúdio,” ela diz.

E finalmente trabalhar com Stenberg foi um bônus. Ela ri quando menciona que elas se conheceram quando elas eram duas artistas, fazendo uma audição para os mesmos projetos. Mas elas nunca estavam no mesmo elenco, até agora.

“Sinto que esse papel foi feito para ela, e é tão especial ver alguém que é tão parecido com seu personagem na vida real receber essa chance,” ela conta sobre o papel principal de Stenberg. “É tão poderoso, e espero que todos vejam.”

COM
Sabrina Carpenter

QUAL SEU PEDIDO DE CAFÉ?
Cappucino de caramelo.

QUAL O SEU FILME RUIM FAVORITO?
Escorregando para a Glória.

PRECISAMOS DE MAIS DIRETORAS FEMININAS PORQUÊ…
Precisamos de igualdade.
Tudo é mais delicado e vibrante nos olhos de uma mulher.

QUAL CONSELHO VOCÊ DARIA PARA VOCÊ MAIS NOVA?
Seus sonhos não são grandes demais.

QUAL FILME ESTÁ NA SUA LISTA DO NETFLIX HÁ ANOS?
Parks and Recreation

QUAL FILME TE FEZ QUERER SER ATRIZ?
O Mágico de Oz

QUAL CELEBRIDADE É SEU IDOLO?
Rihanna

O QUE É ALGO QUE VOCÊ QUER QUE AS PESSOAS DIGAM DE VOCÊ?
Só quero fazer as pessoas sentirem algo. Quero faze-las se sentirem amadas.

COMPLETE A FRASE:
A GERAÇÃO DO MILÉNIO É CONHECIDA POR:
Mudar o mundo.

DESENHE 3 EMOJIS QUE DESCREVAM O QUE ESTÁ POR VIR NA SUA CARREIRA
🚌👩🏼🎄

ALGO A MAIS QUE QUEIRA DESENHAR?
Lacroix

Fonte